No Giro – Fernando Akira de Almeida
24jan/130

Como gravar seus trajetos usando o seu celular com GPS

A mais de um ano eu costumo gravar os trajetos dos meus treinos e colocar no blog para consultas posteriores, muita gente me pergunta sobre o sistema que uso para gravar os percursos então resolvi fazer esse post explicativo.
Existem inúmeras opções de programas que gravam o percurso, se você possui um GPS dedicado ao ciclismo (Garmin, Polar etc) é bem provável que seu equipamento faça esse serviço, mas se você tiver a mão apenas um celular com GPS integrado, é possível transformá-lo em um gravador de log de GPS.
O log do gps é uma espécie de relatório com a hora exata (em geral é usado o padrão UTC do próprio satélite)e as suas coordenadas (Latitude, Longitude e altimetria). Durante a gravação ele grava um ponto a medida que o aparelho se movimenta, pode ser a cada dez metros, cinco, vinte e cinco etc, em alguns programas é possível selecionar esse parâmetro, em outros é tudo automatizado, desse modo ele marca onde você estava em determinado momento e no ponto seguinte novamente onde você estava e a hora e assim sucessivamente até o log ser interrompido.
Esse log pode ser salvo em diversos formatos, mas o mais útil para nós é o formato GPX (GPS eXchange format), como esse formato foi criado justamente para poder ser utilizado em diversos programas o log dele pode ser utilizado nos serviços de trajeto mais populares como o Strava o Endomondo o Garmin Connect o Sports Tracker e muitos outros.
Nesse serviços existe a opção de fazer o upload de seu arquivo GPX.
Como meu aparelho de celular usa o sistema Android vou utilizá-lo como exemplo mas existem loggers para aparelhos com Windows, aparelhos Nokia, Iphones etc. Eu instalei um app no meu chamado GPS Logger, pois achei esse apk bem leve e simples, existe uma opção do Google chamada My Tracks que faz o mesmo mas também mostra o mapa do google no aparelho caso você queira fazer uma consulta, como ele gasta mais bateria resolvi optar pela primeira opção que é mais leve.
Essa é uma limitação dos celulares em geral a bateria acaba mais rápido com o GPS ligado, ou você compra uma bateria extendida (estou esperando a minha chegar :)) ou você limita os programas abertos durante a gravação do trajeto. No meu aparelho o Samsung GT-I8150B (Galaxy Wonder) o máximo que consegui foram 10 horas de gravação com o aparelho no modo avião e apenas o GPS e o GPS logger rodando (descida da Márcia Prado) e mesmo assim ainda perdi a última hora do trajeto pois a bateria acabou :( , uma das vantagens de utilizar um logger é essa ele continua gravando até ficar sem bateria, no caso dos programas como o Strava e o Endomondo se a bateria acabar o trajeto inteiro pode ser perdido infelizmente.
O funcionamento do logger é simples basta ativar o GPS do aparelho (Parece bobeira mas é importante acionar, em alguns aparelhos ele liga automaticamente quando algum apk solicita info do GPS), e depois ligar o programa, no meu caso o GPS Logger, aperto o botão start e pronto depois no fim do trajeto aperto o botão stop e todos os pontos neste intervalo são salvos num arquivo GPX.
Depois de transferir o arquivo para o PC entro na página do serviço que vou usar como o Strava ou Endomondo e faço o upload do trajeto, no Strava uso a opção "upload activity" e no Endomondo uso a opção "new workout", nos outros serviços basta usar o FAQ para saber aonde fazer o upload do arquivo.
Um detalhe interessante a respeito do GPS é que no cálculo das coordenadas entra em cena a precisão do dado e a fixação dos satélites, nos equipamentos de uso militar a precisão é medida em centímetros mas infelizmente no caso dos aparelhos civis essa precisão varia entre 1 a 25 metros, assim em determinado momento ele pode marcar sua posição com um desvio em relação a posição real, o que aumenta ou diminuo o trajeto percorrido (em geral diminui). Se você fizer um trajeto de poucos kilometros isso não fica tão evidente, mas em 50k por exemplo, ele pode computar apenas 49k e assim por diante. Para saber a kilometragem exata realizado nada supera um ciclocomputador com a medida exata de seu pneu calibrado, para computar os kilometros que girei eu só confio no meu ciclocomputador. No fim de um ano e por volta de 8500 kilometros a diferença entre os dois sistemas passou dos 400k!!!!
O interessante do GPX é que ele pode ser utilizado no PC com programas específicos e gratuitos onde é possível visualizar o mapa do google com o trajeto e até mesmo salvar a rota para usar como guia para um outro passeio. Também é possível instalar plugins como o que eu uso no blog, e manter todos os trajetos disponíveis online, enfim as possibilidades são inúmeras!

No app do GPS Logger basta clicar no iniciar registro para começar

No app do GPS Logger basta clicar no iniciar registro para começar


Para finalizar clico em parar registro e o GPX é salvo no aparelho

Para finalizar clico em parar registro e o GPX é salvo no aparelho


O trajeto salvo no GPX é o mostrado na tela, neste exemplo 25 metros

O trajeto salvo no GPX é o mostrado na tela, neste exemplo 25 metros


Apk do Strava para Android

Apk do Strava para Android


Apk do Endomondo para Android

Apk do Endomondo para Android


Tela de upload de arquivo no site do Endomondo, nos outros serviços o sistema é parecido

Tela de upload de arquivo no site do Endomondo, nos outros serviços o sistema é parecido

m4s0n501
Comentários (0) Trackbacks (0)

Sem comentários


Add Comment Register



Leave a comment

Sem trackbacks